AMPEM reúne ex-presidentes para celebrar os 50 anos da entidade

Foto: Wal Oliveira

Em um evento restrito aos ex-presidentes – devido à Pandemia da Covid-19 – a Associação do Ministério Público do Maranhão (AMPEM) celebrou nesta segunda-feira (4), data de fundação da entidade, os seus 50 anos. O encontro aconteceu na sede da AMPEM, localizada no bairro do Calhau.

Ao lado do 1º vice-presidente, Reinaldo Campos Junior, e do 1º Tesoureiro da entidade Esdras Liberalino Junior, o presidente da AMPEM, Gilberto Camara Junior, conduziu a cerimônia. Disse que a celebração, de tão importante data para a entidade, teve que ser de maneira intimista em razão da pandemia do novo Coronavírus.

“Infelizmente não foi possível fazer uma grande festa para celebrar a data à altura, mas estamos temos esperança de que no final do ano poderemos estar reunidos para comemorar os 50 anos de nossa entidade”, disse.

O presidente da AMPEM também fez questão de enumerar as ações previstas para celebrar o cinquentenário da associação como o lançamento de um livro científico e acadêmico produzido em parceria com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Programa de Pós-Graduação em Direito e Instituições do Sistema de Justiça (PPGDIR), o vídeo institucional com depoimento dos ex-presidentes e o lançamento do selo comemorativo pelos Correios.  

O 1º vice-presidente, Reinaldo Junior, agradeceu todos os que o antecederam no movimento associativo. “Vocês deram importante contribuição para o fortalecimento da nossa entidade”, disse referindo-se aos ex-presidentes da AMPEM. O 1º Tesoureiro, Esdras Liberalino, disse que tinha muita gratidão por fazer parte da entidade.

Em seguida o presidente da AMPEM cedeu a palavra ao procurador-geral de justiça, Eduardo Jorge Hiluy Nicolau, que parabenizou a entidade pelos 50 anos. “Tenho muita honra de participar ativamente da nossa instituição. Parabéns  a toda classe pelos seus 50 anos”, disse.

Os ex-presidentes Raimundo Marques e Raimundo Leitão lembraram fatos históricos da entidade como a greve da classe. “Congratulo-me com a diretoria e fico feliz em ver a AMPEM hoje com esse patrimônio físico e intelectual”, resumiu  Marques.   

O promotor de justiça Paulo Avelar e a procuradora Fátima Travassos, que também presidiram a AMPEM, também falaram do contentamento de presidir a entidade e vê-la chegar agora aos 50 anos de fundação. “Sinto-me muito honrado de ter comandado os destinos da nossa associação”, disse. Ele também parabenizou a diretoria pela iniciativa da pequena cerimônia. Fátima Travassos, por sua vez, disse que cada presidente deu sua parcela de contribuição para o fortalecimento da entidade.

Também presentes ao evento comemorativo dos 50 anos, os ex-presidente Luiz Gonzaga Martins Coelho e Augusto Cutrim realçaram a importância da AMPEM e o respeito alcançado na sociedade pelo trabalho em defesa do cidadão e pelas lutas institucionais. “Estamos celebrando de forma simbólica, mas não menos importante, os 50 anos da AMPEM.  Sou tomado pela alegria e felicidade em ter podido presidir a nossa entidade de classe. Vida longa para nossa associação”, destacou. O promotor de justiça, Augusto Cutrim, também pontuou a importância de cada presidente para a consolidação da entidade. “Aqui é nossa trincheira de luta pela garantir e manutenção dos nossos direitos”, afirmou.      

Foto: Wal Oliveira
Foto: AMPEM
Foto: AMPEM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AMPEM 2018 © - Todos os direitos reservados