AMPEM, em parceria com a PGJ, realiza palestra sobre a reforma da previdência

Foto: Romeu Sousa

Com o tema “Os reflexos da reforma da previdência na carreira dos membros do Ministério Público”, a Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (AMPEM), em parceria com a Procuradoria Geral de Justiça, realizou na quinta-feira, 3, palestra ministrada pelo presidente da Associação Paulista do Ministério Público (APMP) e coordenador do GT para a Reforma da Previdência na Associação dos Membros do Ministério Público (Conamp), Paulo Penteado.

A conferência aconteceu no auditório da PGJ e contou com a presença de promotores e procuradores de Justiça, além de servidores do Ministério Público do Maranhão e representantes das polícias.

O presidente da AMPEM, Tarcísio José Sousa Bonfim, comentou sobre a importância do entendimento sobre o impacto da reforma para membros ativos e inativos. “O momento requer reflexão, unidade e, sobretudo, que estejamos trabalhando e dialogando com a sociedade sobre os temas que interessam à sociedade”, destacou.

“Quando temos em tramitação, no Congresso Nacional, Proposta de Emenda Constitucional, Projeto de Lei que atingem as carreiras responsáveis pelo sistema de Justiça criminal, estamos observando o objetivo de enfraquecimento do serviço público”, finalizou ele.

Foto: Romeu Sousa

O procurador-geral de Justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, ressaltou, também, sobre o PL de abuso de autoridade aprovado na Câmara Federal. “Essa lei veio com o sentimento de represália ao MP. Muito pelos nossos acertos, porque o Ministério Público está cumprindo o seu papel de guardião da Constituição de 1988”, ponderou.

Paulo Penteado, em sua palestra, explanou, em detalhes, sobre os reflexos da reforma para os membros do parquet brasileiro.

“É com muito prazer que volto ao Maranhão para falar novamente sobre a Reforma da Previdência”, ressaltou.

“Esse é um momento de união. Não apenas para prerrogativas que não são privilégios, mas prerrogativas que nos são dadas pela Constituição e pela Lei para que nós possamos agir e falar em nome do povo”, evidenciou o promotor de Justiça. “Portanto, é um momento de defesa da sociedade brasileira”, completou.

Foto: Romeu Sousa

Após ministrar sobre o tema, foi aberto ao público perguntas ao palestrante, que retirou as dúvidas dos presentes. Ao final do evento, Paulo Penteado foi homenageado pelo presidente da AMPEM e o procurador-geral de Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AMPEM 2018 © - Todos os direitos reservados