Na última terça-feira, 10, foi inaugurada a sede da Promotoria de Justiça da Comarca de Tuntum. O prédio passou melhorias na estrutura de atendimento à população, com gabinete, recepção, salas de apoio administrativo, assessoria, cozinha, arquivo e dois banheiros, além de acessibilidade para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

A solenidade contou com a participação de membros e servidores do Ministério Público do Maranhão, além de representantes da sociedade civil e de autoridades do Judiciário, Executivo e Legislativo municipais. No início do evento foi feito um minuto de silêncio em homenagem ao servidor Fernando Gomes da Siva, que trabalhou nas Promotorias de Justiça de Tuntum e faleceu recentemente. 

O promotor de justiça Wlademir Soares de Oliveira, titular da Comarca de Tuntum, destacou a melhoria nas condições de trabalho e atendimento à população com a reforma da sede do Ministério Público, possibilitando o aperfeiçoamento das ações desenvolvidas pela instituição. “O MP tem avançado muito. Estamos de braços abertos para receber e atender melhor o nosso bem maior, que é o cidadão”, afirmou Wlademir Oliveira.

O procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, discorreu sobre o processo de instalação de sedes próprias de promotorias de justiça, ressaltando que a instituição não tem mais nenhuma promotoria de justiça em funcionamento dentro dos fóruns de Justiça. “Essas sedes novas e reformadas só têm um sentido: melhor acolher nossos usuários, proporcionando-lhes atendimento de qualidade por membros e servidores motivados e comprometidos”, explicou.

Gonzaga mencionou, ainda, que o Ministério Público é a casa da cidadania, onde o cidadão busca justiça. “Este prédio representa o aperfeiçoamento de uma administração voltada para o cidadão. Com melhores condições de trabalho, a instituição pode ampliar seu papel de agente transformador da sociedade”.

Também participaram da solenidade os promotores de justiça Marco Antonio Santos Amorim (diretor da Secretaria para Assuntos Institucionais da PGJ) e Carlos Rafael Bulhão (titular da 1ª Promotoria de Presidente Dutra); o juiz de Tuntum, Raniel Barbosa Nunes, e o delegado de Polícia Civil, Jânio César Ferro Vilela.

 

Com informações MPMA

 

  • 02-1.png
  • 02.png
  • 03.png
  • 04.png
  • 05.png
  • 06.png